Nodo norte e nodo sul - Eixo Gêmeos x Sagitário


Está meio sem rumo na vida? O nodo norte e o nodo sul podem lhe dar uma luz.


O modo norte em gêmeos vêm mudar e muito a tônica do momento presente, e as mudanças já São vistas à olhos nus desde a aproximação da entrada no eixo gêmeos x sagitário.


Lembrando que os nodos 'andam de ré', antes estavam no eixo câncer x capricórnio e agora adentram essa nova energia do eixo do conhecimento que ficara ativa de 5/5/2020 á 18/01/2022.


O nodo norte é literalmente o norte da bússola, o destino, o caminho que devemos almejar. Isso inclusive você pode observa-lo em seu próprio mapa natal, e no mapa de transito.


Já o nodo sul fala do passado, daquilo que deve ser esquecido, abandonado, entendido e aceito como algo distante, vencido e não vigente.


Levando essas características para o eixo gêmeos x sagitário temos observações interessantes a fazer e vocês podem observar ao longo dos próximos 20 meses todo o desenrolar dessas temáticas tanto do nodo sul em sagitário que não quer virar passado, como o despontar do nodo norte em gêmeos se fazendo presente e necessário nos dias atuais.


Vamos começar pelo que deve ser abandonado, no caso o nodo sul em sagitário. Este posicionamento pede desapego de dogmas religiosos fanáticos e arcaicos que inclusive podem se acentuar como saída para tentar não ficar obsoleto. Sistemas de crenças religiosas que não forem receptivos, acolhedores, pautados no amor universal podem se radicalizar para não serem esquecidos ou enfraquecidos. Sabemos que a humanidade têm muita dificuldade em desapegar de símbolos religiosos, podemos esperar bastante reveses voltados para este tema.


Outra questão bastante pertinente são as relações internacionais. Já que existem linhas de divisão por ideologias politicas quebradas e retrógradas, antiquadas para a nova era. Este embate por posicionamento ideológico não cabe mais para o momento que vivemos. A humanidade como um todo precisa se ajudar para sair da pandemia e da recessão fortalecida e mais madura. Com senso de coletividade, e não fazendo separações por agir e pensar de forma parecida com a maioria. A humanidade como um todo precisa ser amparada, mesmo que esteja sob o governo de pessoas sem senso de coletividade. Devemos abandonar o olhar que vislumbra o estrangeiro, os modelos externos para adotar medidas e maneiras que se adequem a nossa realidade interna. Recomeçar de acordo com os nossos padrões, e não esperar recursos nem ajuda estrangeira.



Outra temática que deve ser combatida é comportamento de 'sabe tudo'. Sagitário somado ao modo sul pode nos deixar com medo de  aceitar o novo no sentido de mudar tudo aquilo em acreditamos, inclusive refutando coisas que nos especializamos dadas como verdade absoluta.  Um exemplo: uma pessoa ou organização são os 'especialistas' em algo, não aceitam ser questionados já que o método pré estabelecido, usado e aprovado por eles sempre funcionou, pode sofrer quedas e perceber que nada é permanente. Tudo esta sempre em evolução constante. E a inconstância gera instabilidade.


Júpiter regente do signo de sagitário, é um potencializador, um ampliador, uma lente de aumento nas temáticas citadas acima. Ele esta caminhando por aquário que fala da coletividade, excentricidade, reviravoltas, rebeldia, uma certa irresponsabilidade e senso de humanidade. Esta temperando a energia do nodo sul, espalhando e propagando essa energia de não desapegar dos temas acima.


Agora vamos falar para onde devemos focar nossa atenção como coletividade e individualmente contribuir com a evolução do planeta.


Nodo norte em gêmeos é a marca dos pensadores, dos comunicadores e formadores de opinião. Aqui fala de novas maneiras de nos comunicarmos, de nos relacionarmos e principalmente sermos mais livres e mais soltos ao pensar e falar. Nada de determinismo: com o nodo norte em gêmeos quanto mais mente aberta formos, melhor será para entender toda tecnologia, e tudo que vêm pelos próximos 20 meses.


Outra temática que deve ser abordada e trabalhada é o sistema de ensino, principalmente o ensino de base para que seja mais adequado para cada aluno e abandonar a velha cartilha, antiquada que saíram todas da mesma fôrma. Vemos claramente que o sistema de ensino atual não funciona como deveria, pois é uma cartilha única que precisa e não consegue atingir 100% dos alunos. As habilidades são diferentes, os níveis de compreensão também. E o sistema de ensino deve se adequar á seus alunos e não ao contrário.